Google

Notícias do Diário

Loading...

AUTISMO

Loading...
Loading...
Loading...

quinta-feira, 20 de março de 2008

DESSAS FOTOS SÃO TRADUZIDAS TODOS OS SENTIMENTOS DE UMA SIMPLES AVE DITA IRRACIONAL

A MORTE - A DOR DE UMA PERDA
Foi num dia comum no Japão e numa praça esse acontecido.
Nessa primeira foto, não se sabe como o pássaro morreu.
Estava alí no asfalto inerte, aquele corpimho sem vida e sem canto.
Seria um fato corriqueiro, mas o fotógrafo fez a grande diferença.
A SOLIDARIEDADE
Talvez até por intuição, segundo o relato do fotógrafo essa ave que chama o companheiro já sem vida, permaneceu durante o dia todo pousada próxima à ave morta parecendo pedir algo.
Pulava de galho em galho sem temer os que se aproximavam até chegar bem próximo ao fotógrafo.
A SOLICITAÇÃO
E cantou num tom triste. O homem imaginou que ela pedia algo.
Ela voou até o corpinho, pousou como querendo levantá-lo e alçou vôo até um jardim próximo.
E o homem entendeu.
Foi ao meio da rua, retirou a ave morta e colocou no canteiro indicado.
Só então a ave solidária levantou vôo e atrás dela todo o bando.
A DESPEDIDA
Num olhar triste tendo a consciência do compamheiro morto, como num último gesto de respeito e talvez até devoção a ave permaneceu alguns segundos junto ao corpinho antes de ser retirado da rua para o jardim, a seu pedido.
A foto traduz a eloquência dos fatos, a essência do entender sem nada precisar pronunciar.
UMA QUESTÃO DE AMOR E CARINHO
Num ato emocionante todo o bando segundo relato de testemunhas, com dezenas de aves sobrevoaram o corpinho do companheiro morto antes de partirem.
A foto diz quanta verdade existiu naquele momento de dor e rspeito.
UM GRITO DE DOR E LAMENTO
Aquela ave que fez toda a cerimônia de despedida, quando o bando já ia alto, inesperadamente só ela voltou ao corpo e num grito de não aceitação da morte, ainda tenta chamar o companheiro à vida ou seria uma despedida de amor e carinho como quase não existe entre os homens racionais aqui da terra.

TRANSCRITO

LEU COM BASTANTE ATENÇÃO, OLHOU AS FOTOS COM PROFUNDIDADE. SE ASSIM O FEZ COM CERTEZA SENTIU A DOR DO PÁSSARO, E PÔDE VER O QUANTO PRECISAMOS APRENDER.






FONTE: INTERNET

Nenhum comentário: